Eu, Tu e os meus sapatos

Louca pela vida. Louca por ti. Louca por escrever. Louca por sapatos.

Category pipocas

Parabéns Nídia.

Nunca publiquei uma fotografia da minha irmã na fase mais difícil da leucemia. Quando já estava exausta, dorida, sofrida. Desfigurada. Esta não era a minha irmã. Na verdade, muito antes, já não o era. Física, emocional e psicologicamente. Corrijo. Já não era a minha irmã de antes. Era uma nova. A que ganhei quando a leucemia apareceu e me levou a que tinha. A cabra da leucemia corrói, deforma e

Continue reading…

Setembro está quase aí…

E em Setembro desce em mim desde sempre uma qualquer melancolia… Vem de mansinho e acolho-a como quem recebe o abraço de um amigo que regressa de uma viagem longa. Não é a sensação do fim do Verão que todos celebram (ou receiam)… Não. Para mim é Verão enquanto houver sol. E Setembro será sempre o meu (nosso) mês de pausa. De férias. De praia. Não. Este estado melancólico não

Continue reading…

É a perspectiva da vida que me (nos) faz sorrir

Entrou no comboio esbaforida. Mais uma vez. Esbaforida mas com um sorriso. De telemóvel na mão a falar com a filha como sempre, entra na carruagem do costume e senta-se no lugar de todos os dias. Ao lado a dona da loja de decoração, que já é mais do que a pessoa a quem vai comprando peças para oferecer à filha. Existem as amizades da escola, das férias, do emprego.

Continue reading…

A morte é feia como tudo.

A morte é feia como tudo. É feio o processo que na maioria das vezes culmina na morte. É feio o processo de luto que a sociedade entende como normal. Mas a morte. Aqueles instantes. É feia. É assustadoramente maquiavélica, cruel, medonha. Ver a morte nos olhos conscientes de quem amamos é o nosso pior pesadelo. A morte dorida e dolorosa, crua e real, é – para os que estão

Continue reading…