Eu, Tu e os meus sapatos

Louca pela vida. Louca por ti. Louca por escrever. Louca por sapatos.

Category Uncategorized

No dia da criança…

Os meus bebés. Ela começou a falar abebezado. Como nunca falou. O conceito de mano é compreendido e  reconhecido. No caso dela, muito pedido e desejado durante muito tempo. Demasiado até. Mas isto de ter de gerir dois bebés não é fácil para a cabeça dela. E ainda menos para o coração. Vem aí um mano e algum tempo depois outro bebé igualmente desejado. Muito pedido e muito sofrido. Enquanto

Continue reading…

Voltar. Do verbo ser. Feliz.

Voltar aos sítios onde se foi feliz. Uma e outra vez. Todos os anos. Várias vezes por ano. Vestir a mesma roupa e pegar nela ao colo no mesmo descampado. Tirar as mesmas fotografias e ser feliz.

Para 2016 o fruto proibido 

Devia dizer amor. Sim, que o que mais desejo para 2016 é amor. Que sim, que é o mais importante. Que sim, que sem amor é que tudo se torna impossível. Mas amor já tenho. Tanto mas tanto. E quero mesmo acreditar que além deste amor, posso desejar mais qualquer coisa. Para mim. Para nós. Para todos. Comecei por escrever, ler e deprimir. Deprimir com o que eu própria escrevi. Mas

Continue reading…

Aditamento ao artigo 170º do Código Penal

Já tudo foi dito. Mas eu digo mais isto. Porque me lembro de ter 12 anos. Porque tive a sorte de ter um pai que me ia levar e buscar à escola todos os dias. Mas porque vivi e não existe uma bolha que proteja as meninas. Porque mesmo assim, com 12 anos em plena luz do dia no meio da cidade onde estudei, tive de entrar a correr para

Continue reading…

  • 1 2 7