Eu, Tu e os meus sapatos

Louca pela vida. Louca por ti. Louca por escrever. Louca por sapatos.

Últimos posts

tudo o que vou dizendo por aqui

Três semanas de Rodrigo

Há uns instantes. Três semanas de Rodrigo.  Espera. Foi há uns instantes que ele nasceu ou foi há uns instantes que fez três semanas que ele nasceu? Já? E como é que foi? Não sendo querendo ser repetitiva, vou contar a mesma história porque aparentemente isto da forma do bolo ser a mesma é mais do que ditado popular. Indução. Controlada à distância pela médica que estava em consulta e

Continue reading…

O Rodrigo nasceu.

O amor? Bem, o amor é infinitamente igual ao amor infinito por ela. Atrevo-me a dizer que mais rápido ainda. Como se o meu coração fosse como o nosso útero e, já sabendo para o que vai, se expandisse ainda mais depressa.

É assim um misto de manatim com boto*

*divirtam-se com este diálogo É isso. Foi assim que me vi quando abri a pasta destas fotografias. Começou tudo no domingo. Ele foi a mais um workshop com o Pau e chegou a casa a dizer que havia um cenário espectacular para fotografar e que tínhamos mesmo de lá ir. Ora, eu estou de 39 semanas. O “ir” tinha de ser assim para ontem. Mas depois começam os “se” e

Continue reading…

Black & White

Nada na vida é a preto e branco. Não é. Não se iludam. Em relação a nada. Porque nunca nada é definitivo, ou não será pelo menos imutável. Porque nunca sabemos se a nossa opinião, ideia concebida ou convicção são definitivas. Não são. As circunstâncias e vivências podem fazer-nos mudar radicalmente. De opinião, de ideias e até de forma de viver. Mas bem, tanta filosofia para chegar aqui e dizer

Continue reading…

As últimas férias a três*

Ou, pelo menos, enquanto só somos três. Estes dias a sul foram excepcionalmente retemperadores, como aliás, já é hábito. Noites quentes, dias ainda mais quentes. Mergulhos, biquínis, mimo e comida boa. E não precisamos de mais nada. E é por isso que não abdicamos de, invariavelmente, ano após ano, regressar à Ria Formosa. Ao barco de Cabanas. À açorda da Noélia. E aos passeios a pé. Agora esperam-me duas contagens.

Continue reading…

Roupa de Grávida? No way!

Decididamente, para mim não! Já estamos mesmo na recta final e não passaram por aqui exemplos do que fui vestindo ao longo dos últimos meses. Mas nas contas do instagram e facebook, não faltaram fotografias. E asseguro-vos que 95% do que vesti nos últimos meses é roupa de não grávida! Mais, a maioria das peças é tamanho S e algumas M. Manias? Não! De todo! Por um lado infelizmente a oferta

Continue reading…

Calha a todas. As mães – entenda-se.

Calha a todas. Quero acreditar que sim. Que não interessa se é a primeira gravidez ou a segunda. E desconfio que acontece o mesmo à terceira ou à quarta ou à quinta.  E quando já se apanhou um susto na primeira esta bebé parou de crescer e tem de sair já… E quando se tem uma filha que é aparentemente saudável mas há sempre “se”, uma dúvida, mais um exame,

Continue reading…

No dia da criança…

Os meus bebés. Ela começou a falar abebezado. Como nunca falou. O conceito de mano é compreendido e  reconhecido. No caso dela, muito pedido e desejado durante muito tempo. Demasiado até. Mas isto de ter de gerir dois bebés não é fácil para a cabeça dela. E ainda menos para o coração. Vem aí um mano e algum tempo depois outro bebé igualmente desejado. Muito pedido e muito sofrido. Enquanto

Continue reading…

H O P E

Amor. Amar. Esperar. Acreditar. Esperança. E é disto que é feita a vida. De amar e ser amado. De esperar e acreditar. De ter esperança. E, acima de tudo, de saber ser feliz nessa esperança. Não é depois de amanhã. Não é quando ela ficar curada. Não é quando nos casarmos. Não é quando arranjar um emprego a sério. Não é quando engravidar. Não é. Mesmo. É fazer tudo o

Continue reading…

A bipolaridade da (minha) maternidade (à vista dos outros)

Grávida de 33 semanas. Para quem ainda não esteve neste estado baleiês ou casado com alguém nesta condição (e não é profissional de saúde), quer isto dizer que estou grávida de 8 meses. Faltará um mês e meio para a criança nascer, mais coisa menos coisa. (Ficam já a saber também que quem criou o mito que diz que a gravidez dura 9 meses nunca esteve grávido.) Há algumas semanas

Continue reading…