Eu, Tu e os meus sapatos

Louca pela vida. Louca por ti. Louca por escrever. Louca por sapatos.

Últimos posts

tudo o que vou dizendo por aqui

Day start.

Levantou-se e foi tomar um duche. Virei-me para o lado e fiz de conta que não ouvia o Rodrigo a falar consigo próprio no berço. E a dada altura devo ter deixado mesmo de ouvir porque voltei a adormecer. Ou a dormitar. Percebi que ele pegava nele para o deitar ao lado da Maria como faz todos os dias enquanto prepara o pequeno-almoço. Acordei de um sono não profundo quando

Continue reading…

Vamos ajudar a Ajuda de Berço a ajudar?

São 21h51. Coincidência. Ou não. Foi precisamente a esta hora que o Rodrigo nasceu. São 21h51 e estamos deitados. Chegámos há pouco do restaurante, deitámos os miúdos e já não nos apeteceu sofá. São 21h51, estamos deitados e estou a fazer o que nunca faço: de portátil ligado a escrever este texto porque quero mesmo escrevê-lo hoje. Agora. Enquanto sinto, lembro e penso em tudo o que senti e vivi

Continue reading…

Bullying e educação começam em casa.

Há pouco passei os olhos por um desabafo sobre brinquedos que vão para a escola e que se perdem. Responsabilidade da escola ou das crianças? A maioria dos comentários aludiam à impossibilidade das escolas fazerem ou terem responsabilidade sobre qualquer tipo de controlo e imputavam essa responsabilidade às crianças que levam os brinquedos. Foi igualmente referida a diferença colégio versus escola. Pública, entenda-se. E, esclareço, mães. Estamos a falar de

Continue reading…

Today’s Details | Breastfeeding Special

O Outono chegou na semana passada… E, em menos de uma semana, já fiquei em casa mais dias do que nos 4 meses anteriores! Quem? Mas que alma é que prefere o Outono e quiçá!, o Inverno? Fazem falta, sim! Muita! Mas caramba! Quem é que curte mantas e sofás, chás e narizes ranhosos, trânsito e chapéus de chuva? Neste dia – de almoçarada e passeio com os amigos –

Continue reading…

Então e os que morrem?

Sim. Então e os que morrem são o quê? Este assunto não é meu. Ou é… porque me toca, porque não sou imparcial, porque faço dele estandarte. É meu. Mas também é de todos. E hoje cansei-me. Passei os olhos por mais uma qualquer crónica sobre um miúdo. Um puto de 20 anos que morreu por causa do filho da mãe do cancro. Tudo muito bonito. A escrita, entenda-se. A

Continue reading…

mãespontopt | eu não sou uma mãe como as outras

Não. Eu não sou uma mãe como as outras. (Enquanto escrevo este texto pesquiso imagens no pinterest para fazer o convite de aniversário da mini me.) Não. Eu não sou uma mãe como as outras. (Enquanto escrevo este texto volto a abrir o relatório do último exame médico dela para ter a certeza que está tudo bem.) Não. Eu não sou uma mãe como as outras. (Enquanto escrevo este texto

Continue reading…

sofá, chá e uma manta | the 100

Vá!, shame on me! Eu sei, reconheço e admito. Como? Como é que eu ainda não tinha visto um único episódio de The 100. Esperem. Mais grave! Como é que eu ainda não tinha sequer ouvido falar desta série? How??? Foi há meia dúzia de dias que, depois de terminar uma qualquer outra série, numa manhã sozinha em casa com o gaiato mais recente, a correr as alternativas no Netflix,

Continue reading…

Matchy matchy dos manos

E em dia de baptizado… príncipes de igual, vestidos pela bisavó! Não sei durante quanto tempo mais poderei reclamar que não gosto da gola, ou que a saia está comprida, ou que quero outra renda, ou que os botões do fofo não são aqueles… Não sei até quando vou ter vestidos e saias e fofos e casacos e… sopa!, pelas mãos da minha avó. Não sei até quando vou ter

Continue reading…

um mais um não é igual a dois

Nestes dias a pergunta mais frequente – imediatamente depois de “ele é sossegadinho como a Maria?” – é “então, 1 + 1 não é igual a 2 pois não? muito mais difícil não é?”… E a minha resposta imediata (apesar de andar meio morta – mas isso é porque não paro um bocadinho, porque continuo com insónias, porque ando com um descontrolo hormonal chatinho há mais de dois meses) é

Continue reading…

Babywearing | A nossa escolha

  Mais detalhes sobre a OMNI 360: Pode ser utilizada desde o nascimento sem necessidade de utilizar uma almofada redutora e tem 4 posições de transporte diferentes, incluindo uma posição ergonómica dianteira com o bebé virado para a frente (que não é aconselhável antes dos 6 meses pelo excesso de estímulos visuais para o bebé); As alças para os ombros são acolchoadas com opção cruzada e o cinto com apoio

Continue reading…