Eu, Tu e os meus sapatos

Louca pela vida. Louca por ti. Louca por escrever. Louca por sapatos.

Últimos posts

tudo o que vou dizendo por aqui

Today’s Details | Em modo baptizado

(E sim, breastfeeding friendly também!) Há uns dias tivemos um baptizado – o último do ano, espero! A gestão das roupas não foi fácil, estive até ao último instante a tentar perceber se ia estar mais fresquinho ou não! Os miúdos foram giríssimos, de igual com roupa feita pela bisavó! Quanto a mim, decidi uns dias antes que não ia levar nem comprar nenhum vestido – a questão da amamentação

Continue reading…

Babywearing?

Confesso que eu, mãe de segunda viagem, não fazia ideia do que era isto do babywearing até há umas semanas atrás. Correcção, já todos ouvimos falar de panos, slings ou marsúpios, mas – do alto da minha ignorância, desconhecia todo o mundo, teorias e estudos por trás disto que – vim entretanto a saber – se chama babywearing. Que é, como quem diz, dar colo ao bebé. Só isso. Usar

Continue reading…

sofá, chá e uma manta | girlboss

24h. Em menos de vinte e quatro horas despachei a primeira (e por enquanto única) season de Girlboss. Diga-se de passagem, não é nenhum feito: são 13 episódios, curtos, divertidos e que se conseguem ver com um olho virado para o écran e outro para o gaiato. Girlboss não é nenhuma série profunda, rebuscada, cheia de intrigas e dramas. Não é sobre atentados, crimes de outro tipo, política ou afins.

Continue reading…

Today’s Details | Breastfeeding Special

E continuamos com as sugestões breastfeeding-friendly! Foi um dia fabuloso!… A Maria estava nas sete quintas: o sábado inteiro só com o mimo dos padrinhos e dos pais, passeio, restaurantes e mais passeio. É a vida que ela gosta! Não estava nos planos ser fotografada mas calhou e ainda bem. Este vestido é da colecção anterior da Zara mas passou para a colecção actual (bem como as restantes versões noutras

Continue reading…

Eu é que estou tramada com ela.*

Todos os dias antes de sair com o pai para o colégio leva a ensaboadela “Maria quero que te portes bem! Não quero recados da Sandra e não quero ter de me zangar outra vez contigo.” Todos os dias diz que se portou bem. (entenda-se que o “portar bem” no caso da Maria é pôr a preguiça aguda no saco e deixar de dizer que está “tãooo cansada” a toda

Continue reading…

sofá, chá e uma manta | designated survivor

Mantemos o registo da última sugestão: esqueçam a manta. E chá, só se for frio! Mas deixamos o british accent, voamos directamente para os EUA e uma série cliché: ataques terroristas catastróficos, política, conversas e traições (não passionais) de corredor, uma família feliz e está feito o cocktail. Designated Survivor, não sendo pródiga em reviravoltas, consegue surpreender e prender. Acho mesmo que é muito pelo Kiefer Sutherland que faz mais

Continue reading…

Estou velha.

Ontem foi dia da vacina dos 3 meses. 3 meses. Como? Ontem estávamos a fazer esta sessão fotográfica. Tinhas 7 dias. Como é que ontem já foste fazer a vacina dos 3 meses? Não pode ser.   Ontem estavas a fazer esta sessão e a Raquel dizia que eras perigoso, cheio de genica, com vontade (e capacidade) de te mexeres a sério. E és. Estás a dias de te sentares

Continue reading…

Do verbo procrastinar

Quem me conhece vai dizer que se há palavra que não combina comigo é esta: procrastinar… porque o que me dizem tantas e tantas vezes é que preciso de abrandar. Mas estão enganados. Eu procrastino. E muito! Uma semana e meia sem empregada foi o suficiente para me abrir a pestana e fazer baixar em mim uma fraquinha fada do lar. Não, não pensem que me vou queixar sobre não

Continue reading…

De olhos (em bico) no Mosteiro dos Jerónimos

Não faço parte do grupo de vozes iradas que se escutam (e lêem) contra o turismo e os turistas – em particular em Lisboa. Nem mesmo depois de já praticamente ter desistido de me mudar para o centro da cidade por causa da inflacção louca que se vive no mercado imobiliário. Atenção, é louca, não é absurda. Isto é a lei da procura e da oferta a funcionar. É verdade

Continue reading…

Maria, a Mini Nazi.

(Do pêlo.) Acho que já partilhei por aqui que a minha mãe é a nazi do pêlo. Juro. Quando na adolescência as minhas amigas andavam todas ansiosas para pedir às mães para começarem a fazer a depilação, já eu era arrastada “há anos” para a esteticista. Rigorosamente de três em três semanas. Se na altura não achava piada a este exagero da minha mãe, hoje agradeço-lhe profundamente porque é graças

Continue reading…