Eu, Tu e os meus sapatos

Louca pela vida. Louca por ti. Louca por escrever. Louca por sapatos.

Últimos posts

tudo o que vou dizendo por aqui

Conversas da Maria

No parque de estacionamento a correr para o dentista… – Oh mãe nunca brincas comigo! – as crianças e o seu extraordinário sentido de oportunidade. – Não? Então agora estamos a brincar! – Oh mãeeee! Não estamos nada! – Estamos pois! A brincar às mães e às filhas atrasadas para o dentista. – Mãeeee! Não estamos nada! Tu és mesmo mãe e eu sou mesmo filha! (E nós estamos mesmo

Continue reading…

casa.escritório.hospital em loop

São 7h30. Rewind. O despertador dele tocou. O meu também. Snooze nos dois. São 7h21 e ouvimos três fungadelas duas portas ao lado. Ele levanta-se e vai apanhar o diabrete. São 7h30. O gordo mama. O mais velho está no duche. Eu tenho um olho aberto e escrevo este texto. A Maria está há dois dias no forró com a tia e a prima. Se eu deixasse, ficava por lá

Continue reading…

É uma dor para a vida toda

Sem enganos, falsos conselhos ou segredos ocultos. Sobre a doeaça e a morte? A dor não desaparece. Nunca. Nem tampouco é uma questão de medidas. Não vai doer menos porque agora dói mais. É dor. E esta dor não tem escala. Não é mensurável. Vai doer sempre. Só que vai doer diferente. Diferente. Mas sempre. E é essa a expectativa a criar. E a gerir. Tenho a certeza de que

Continue reading…

A Culpa é das mulheres*

*não digo A Culpa é nossa porque não compactuo com isso A culpa é das mulheres. Das que criam (criaram, criam e continuarão a criar) homens que vêem as mães a fazer tudo. Ou porque o pai não se chega à frente e não faz ou porque – pior ainda, “quando faz, faz mal”. Que faça. Algum dia há-de fazer bem. São elas – estas, as responsáveis. Culpadas. Porque permitiram,

Continue reading…

Nove meses dentro, nove meses fora

dois dentes que não deram trabalho. dois (quatro?) dentes que andam agora a chatear. dormes a noite toda mas eu continuo a oferecer uma mamadela à meia noite porque acho sempre que se não o fizer vais acordar de madrugada. sim, ainda mamas. é o único leite que conheces e o único líquido que bebes com vontade. da mama claro. água ou chá só do copo (ou da caneca do pai

Continue reading…

Do sofá, sem nostalgias

Aterrámos domingo ao final do dia, largámos as malas em casa e fomos a voar para o restaurante. Era o aniversário dele! Metemos os miúdos todos numa mesa e deixámos que se desenrascassem com os senhores do rodízio. Segunda-feira passou a correr. Uma ida ao cabeleireiro para cortar as pontas (e ainda vou ter de regressar amanhã porque ficaram aqui umas pontinhas a precisar de corte), um gordo a adoecer,

Continue reading…

Conversas da Maria

No carro a caminho de uma consulta e depois de ter corrigido “tocografia”… – Ai Maria, não sejas preguiçosa, falavas tão bem quando eras bebé… – Oh mãe e quando o avô dizia arroz eu também dizia bem? – não me perguntem onde foi buscar o arroz… – Sim claro! – E quando a avó dizia lápis eu também dizia bem? – Sim, também! – E a tia Nídia? –

Continue reading…

Conversas da Maria – especial Dia do Pai

A Maria ofereceu uma caneca ao pai. – Maricoca, é como a outra e também não pode ir à máquina? – pergunto eu a fazer-me de tonta. – Claro! Não vês que também é pintada? – responde ele. – Pois, é pintada à mão. – completa a avó. A madame resolve finalmente manifestar-se: – À mão? Não é nada à mão! Foi com caneta!  

Saber que se foi feliz não dói

Os candeeiros de mesa estão ligados e as cortinas puxadas numa tentativa vã de iluminar um dia de tempestade. Ele dorme ao meu lado no sofá depois de uma luta inglória contra o sono ao meu colo. Dou colo. Muito. Todo o que ele quiser e todo o que me apetecer. Aquele que a irmã nunca quis e que sei que mesmo que quisesse já teria deixado de querer. A

Continue reading…

Conversas da Maria

(nota prévia: cá em casa temos sempre a coluna ligada ao Spotify) – Maria despacha-te a vestir. Já é tardíssimo, se não te despachas, acabas de jantar e vais directamente para a cama. Não há Luna, não há histórias, não há música. – Oh mãe, música já eu estou a ouvir!