Eu, Tu e os meus sapatos

Louca pela vida. Louca por ti. Louca por escrever. Louca por sapatos.

7 anos depois, agradecer.

Lembro-me da voz da mãe ao telefone.

Lembro-me da velocidade com que pulei da cama.

Lembro-me do que vesti.

Lembro-me com uma exactidão métrica do local na A1 que estávamos a passar quando falei com o pai.

Lembro-me da tia encostada à parede.

Lembro-me dos estores fechados no teu quarto. E das cortinas corridas ao lado da cama.

Lembro-me da voz da mãe e da calma com que falava contigo.

Lembro-me dos apitos. Dos ecrãs. Da tua consciência e sofrimento.

Lembro-me de estar sentada ao lado do pai no sofá. A chorar.

Lembro-me de levantar os olhos e olhar para o Roger no cadeirão à minha frente à chorar.

Lembro-me de tudo como se estivesse a acontecer agora e não há exactamente 7 anos atrás.

Mas só me lembro quando faço por lembrar, como agora. Porque de tudo o que me lembro de ti, não quero esquecer isto, não quero esquecer o teu sofrimento, mas quero, acima de tudo, lembrar os sorrisos, as gargalhadas, as discussões e as pazes. A cumplicidade e a partilha. Quero lembrar a felicidade.

E agradecer.

1 Discussion on “7 anos depois, agradecer.”

Leave A Comment

Your email address will not be published.