Eu, Tu e os meus sapatos

Louca pela vida. Louca por ti. Louca por escrever. Louca por sapatos.

Últimos posts

tudo o que vou dizendo por aqui

Dos dias que se transformam em noites.

Acordar cedo. Corrijo. Acordar anormalmente cedo e – pecado, num dia de férias. Toalhas, chapéus de palha, saladinhas e garrafas. De vinho, claro. Barco até à Deserta. Aproveitar uma ilha Deserta não tão deserta mas incrivelmente maravilhosa. Miúdos a rir, mergulhos no mar e muita areia nos biquínis. Depois o cansaço fez render o mais forte. Não houve tempo (coragem?) para banhos antes do restaurante e aterrámos nas mesas da Noélia.

Continue reading…

A inocência (dela)

Disse e repito. Ela não é a mais linda – se bem que esteja a ficar cada vez mais. Mas é, desde sempre, a mais doce. Chamar-lhe potinho de mel seria eufemismo. É a mais dengosa, a mais mimoca e a mais pura. Não quer ser a melhor, não tem maldade, egoísmo ou qualquer espécie de competitividade. É tão ingénua e apaziguadora que pede desculpa quando é a ela que

Continue reading…

Voltar. Do verbo ser. Feliz.

Voltar aos sítios onde se foi feliz. Uma e outra vez. Todos os anos. Várias vezes por ano. Vestir a mesma roupa e pegar nela ao colo no mesmo descampado. Tirar as mesmas fotografias e ser feliz.

L O V E By Him

Um dia chegou o dia. De voltar. Hoje foi o dia. Towel series. Or L O V E By Him. Always.  

Viver fora daqui

Os últimos tempos largos não têm sido propriamente fáceis mas não sou de lamechices. Mas como diz alguém que é muito querida, “não há vagar para estar doente” e eu aplico essa máxima a tudo o que é menos positivo. Vai daí, não há vagar para queixinhas. Por isso tenho vivido fora daqui. E quem diz daqui, é mesmo só daqui. As (outras) redes sociais são rápidas e fáceis. Mas

Continue reading…

#foodlover | sushiribeira by arigato

As novas versões dos mercados nos bairros de Lisboa, goste-se ou não (e eu gosto), têm trazido toda uma nova dinâmica e movimentação aos locais onde estão inseridos. A zona do Mercado da Ribeira estava até há algum tempo cinzenta e feia, o jardim estava escuro e cheio de pombos e vazio de pessoas. A nova versão do mercado, com as mais recentes construções e remodelações nos edifícios circundantes, mudaram completamente

Continue reading…

Há avós. E avós.

Eu não queria ter o avô da minha filha. Chega ao colégio para a ir buscar. “Maria vai fazer chichi.” “Não quero.” “Maria vai fazer chichi.” “Não quero.” “Maria vai fazer chichi ou o avô vai-se embora e ficas cá.” Desata a chorar, senta-se na sanita e faz um chichi de meia hora. “Maria vai lavar as mãos.” “Não quero.” “Maria vai lavar as mãos.” “Não quero.” “Maria vai lavar

Continue reading…

Há coisas que não se explicam.

Sentem-se.  

Guess what?

O meu jeitinho (ou a falta dele) para a costura e outros trabalhos manuais não foi, decididamente, herdado. Pronto, isto era fácil adivinhar. Há umas semanas largas fui gentilmente convidada pela Guess para participar num concurso na loja das Amoreiras. A ideia era conhecer a nova colecção inspirada na alfaiataria – Tailor Denim, desafiando vários bloggers a personalizarem uma gravata – que era linda e que eu arruinei! À chegada o cenário era encorajador…

Continue reading…

Matchy Matchy Sunday

Domingo foi dia de estreia no The Little Gym. Tudo e mais qualquer coisa para pôr esta mini preguiçosa a mexer o corpo. Recreio, muito movimento e motivação é o que se quer para esta madame e parece que encontrámos o sítio certo. A cereja que faltava. Depois seguimos viagem até ao Lx Factory para almoçar e aproveitar o Sol e o pai que vai ter os sábados dos próximos meses ocupados… De resto?

Continue reading…