Eu, Tu e os meus sapatos

Louca pela vida. Louca por ti. Louca por escrever. Louca por sapatos.

Today’s Details

Sapatos. Sim, gosto de sapatos. Mas na realidade não é daí que vem o nome deste espaço. Foi um trocadilho feliz entre esta paixão que tenho (eu e mais quê? 80% das mulheres?) e a minha forma de escrever e viver, tentando colocar-me nos sapatos dos outros, mas sempre muito consciente de que há um limite intransponível (nunca, mas nunca, poderemos verdadeiramente calçar os sapatos dos outros, nunca).

Details? Sim. Foram – numa lógica de concretização, a razão prática para a criação do blog (as meninas que me acompanham desde os tempos de um certo fórum hão-de recordar-se). Mas a verdadeira essência (e que 9 anos depois ainda justifica a existência deste espaço), é a escrita. Mais do que o gosto ou vontade, a necessidade. Minha. Só minha.

Ainda assim, sim, as publicações de Details vão manter-se. Já pensei desistir delas, afinal há centenas de milhares de perfis neste mundo a fazer o mesmo. Mas mais do que acreditar que todos fazemos qualquer coisa de diferente, é algo que me dá um gozo incrível. Partilhar o dia-a-dia real, sob a forma daquilo que visto. De uma mulher, de 34 anos, com dois filhos, não dondoca, que se preocupa (bastante, dentro daquilo que considero razoável) consigo e com a sua imagem. Sentir-me bem por fora, dá-me um boost interior brutal. E acredito piamente que o fará também à grande maioria das mulheres. Principalmente às que se recusam a acreditar nisso. Temos de nos sentir bem na nossa pele. Bonitas. Fantásticas. Mulheres. E isso não é uma questão de números. Na balança. Na fita métrica. Ou na etiqueta das calças. Não se deve avaliar nada ou ninguém pela embalagem, é certo. Não estou a escrever que devemos vestir isto ou aquilo pelos outros. É por nós. Por nós. Confesso que me faz muita confusão ler ou ouvir de forma tão recorrente (a roçar o banal) que as mulheres não gostam de si, do que vêem ao espelho, que só se encontram defeitos. É tão fora daquilo que sinto que, mais do que me parecer assustador, quero levar a bandeira de que não tem de ser assim. Não deve ser assim.

E desta feita, por mim e só por mim, saí da minha zona de conforto. É o meu estilo. É. Mas fora. Completamente fora. E só por esse motivo, a sensação de empowerment é fenomenal. Experimentem.

[camiseiro e calças ferrache s/s 18, top stradivarius old, sapatos zara a/w 17, carteira bimba y lola old]
3 Discussions on
“Today’s Details”

Leave A Comment

Your email address will not be published.